Roda de Pensamento e Ação - Altominho a Ler. ACD, 3 horas,Ponte de Lima.26,27 e 29 de Junho. Online. Inscrição : https://www.cenfipe.edu.pt/eventos/?id=93&op=3

05-03-2021

RODA DE PENSAMENTO E AÇÃO ALTO MINHO A LER

Capacitação de profissionais

Leitura. Inclusão. Bibliotecas

Ações integradas na iniciativa “Alto Minho a Ler : Uma estratégia Para o Sucesso Escolar”, do projeto “School4All Alto Minho”, promovido pela CIM Alto Minho, no âmbito do PIICIE, cofinanciado pelo Norte 2020/FSE, dinamizada pela Laredo Associação Cultural, em parceria com o Centro de Formação CENFIPE (Ponte de Lima) e com a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

Creditação - 3h. Apoio Centro de Formação CENFIPE (Ponte de Lima)

Inscrição gratuita, obrigatória https://www.cenfipe.edu.pt/eventos/?id=93&op=3

PROGRAMA

Sessões online

26.06, 6ª feira, 15.30/16.30 - sessão síncrona - zoom ou similar

Abertura – Centro de Formação e CIM Alto Minho

Exercícios práticos e reflexão sobre as práticas experienciadas durante as sessões realizadas no Alto Minho a Ler agregadas a atividades de mediação de leitura - Maria José Vitorino (Laredo).

27.06, sábado, 15.30/16.30 - sessão assíncrona - fórum ou outra tarefa no moodle do CENFIPE.

29.06, 2ª feira, 15.30/16.30 - sessão síncrona - zoom ou similar

Exercícios e reflexão sobre as práticas experienciadas durante as sessões realizadas no Alto Minho a Ler, agregadas a atividades de mediação de leitura - Miguel Horta (Laredo) e Alexandra Lobato (Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação);

Encerramento – Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

Destinatários: Comunidade Educativa do Alto Minho

Profissionais de Bibliotecas Municipais do Alto Minho

Professores e Diretores de Agrupamentos do Alto Minho;

Técnicos de educação dos municípios;

Outros profissionais e agentes da comunidade educativa

Outros interessados (adultos)

Tema: Leitura, Inclusão, Acessibilidade, Mediação, Bibliotecas

Objetivos

Pretende-se:

i) capacitar a comunidade educativa do Alto Minho para a análise das metodologias desenvolvidas nas ações realizadas;

ii) partilhar e propor estratégias a desenvolver a curto e médio prazo, tendo em vista a maior capacitação de agentes locais e, em particular, dos profissionais de bibliotecas, escolas e outras entidades parceiras que trabalham colaborativamente.